quarta-feira, 2 de maio de 2012

Errâncias - oficina de video-arte

Programação educativa do MAM-BA promove Oficina Errâncias Publicação: 30/03/12 | 16H03 - Última Atualização: 04/04/12 | 10H04 - www.cultura.ba.gov.br Com o objetivo de facilitar o acesso às informações nas artes visuais, o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) oferece oficinas aos interessados em vivenciar, experimentar e construir propostas artísticas. No mês de abril, a programação educativa contará com a Oficina Errâncias: captura de imagens-afeto, ministrada pelas artistas Ana Paula Pessoa e Rachel Mascarenhas, nos dias 04, 11 e 18/04, das 14h às 17h, na Galeria 3 do museu. Cada encontro é independente e possui 10 vagas, com inscrições gratuitas que podem ser feitas pelo e-mail educativomam@gmail.com. Mais informações através do telefone (71) 3117-6141. Em cada sessão, um vídeo será produzido a partir de imagens capturadas pelos participantes e editadas pelas artistas, que posteriormente será exposto no local. “Iremos propor às pessoas que, baseado em nosso método de trabalho, capturem imagens e sons de afeto pelo museu, para que ao final do processo, todo material obtido seja aproveitado de alguma maneira”, explica Rachel Mascarenhas. Trajetos…trajetórias – A mostra traz registros sonoros, fotográficos e audiovisuais coletados nas cidades de São Paulo e Salvador durante o período de residência artística, em 2010, resultado do Prêmio do XV Salão Bahia, realizado pelo MAM-BA. A parceria das artistas começou em 2002, quando as duas foram alunas do curso de Teoria da Arte, ministrado pelo arquiteto e artista baiano Almandrade. Desde então, o estudo e as investigações em artes visuais contribuem para a produção de trabalhos que trazem o corpo como foco. Na mostra, o visitante confere temas voltados para a arte contemporânea, como a expansão do audiovisual, o uso da internet como veículo de apresentação e de conteúdos de trabalhos de arte. Fora isso, a dupla aborda as diferentes percepções do tempo e espaço e questões relativas à produção artística coletiva. Trajetos…trajetórias fica em cartaz até 29 de abril, com visitação de terça a domingo, das 13h às 19h, e sábados, das 13h às 21h. A entrada gratuita. Sobre as artistas – Ana Paula Pessoa atua em Salvador como arte-educadora e artista visual, além de ser mestranda em processos criativos pela Escola de Belas Artes (UFBA). Já Rachel Mascarenhas é arquiteta formada pela UFBA, artista visual e professora de Yoga. A parceria de Ana Paula Pessoa e Rachel Mascarenhas tem como ponto de partida o estudo teórico em artes visuais iniciados em 2002 nas aulas de Teoria da Arte com artista e arquiteto Almandrade, no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM). As investigações corporais utilizando Yoga e vídeo contribuiram para o amadurecimento do trabalho das artistas, que passaram a ter o corpo como foco.